CMC OCULAR - OFTALMOLOGIA - BELA VISTA, SP

(11) 3889-7686(11) 94350-4606

Cirurgia de Catarata - Facoemulsificação

A Cirurgia de Catarata é um procedimento simples e muito seguro contra a cegueira. É uma das cirurgias oftalmológicas com o maior índice de eficácia.

Terça, 06 de julho de 2021


A cirurgia de catarata retira o cristalino (lente natural do olho) que está opacificada e o substitui por uma lente artificial transparente, escolhida sob medida para o olho de cada paciente; revertendo o problema, caso o paciente não apresente outras alterações visuais. É uma das cirurgias oftalmológicas com maior índice de eficácia.

A maior causa de cegueira tratável no mundo é a catarata, que responde por cerca de 45% dos quase 34 milhões de causas de perda de visão.

No Brasil este número é um pouco mais alto. O último censo do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) mostra que a catarata corresponde por 49% da cegueira no país, embora o número de cirurgias de catarata tenha dobrado na última década. Como o envelhecimento é a principal causa de catarata e houve um avanço do envelhecimento no país, a incidência desta doença também aumentou.

Graças aos avanços tecnológicos e também ao desenvolvimento das técnicas cirúrgicas, atualmente não se espera mais a uma intensa progressão da doença para se operar (o chamado "amadurecimento da catarata"). Ou seja, o paciente pode ser submetido à cirurgia assim que a opacidade do cristalino prejudicar suas atividades cotidianas. O diagnóstico e tratamento precoce facilita o ato cirúrgico.

Uma das técnicas cirúrgicas mais modernas é a facoemulsificação, que utiliza ultrassom para "quebrar" o núcleo do cristalino e facilitar a sua extração. Muitos procedimentos, para serem ainda mais precisos, utilizam laser durante o processo cirúrgico.

Muitas vezes a anestesia pode ser local, a recuperação em geral acontece de uma forma bastante rápida. Quanto melhor a técnica cirúrgica, os equipamentos utilizados e a qualidade da lente intraocular que substituirá o cristalino do paciente, melhor a eficácia e a segurança da cirurgia.

Atualmente existem lentes intraoculares que além de substituir o cristalino, também conseguem satisfazer a necessidade visual dos pacientes, inclusive evitando que o mesmo precise de óculos no pós-operatório, como no caso das lentes intraoculares tóricas, multifocais ou com foco estendido.


voltar