CMC OCULAR - OFTALMOLOGIA

(11) 3889-7686(11) 94350-4606

Visão dupla pode ser causada por trauma, AVC e até uso de drogas

A diplopia, conhecida popularmente como visão dupla, não é uma doença, mas, sim, um sintoma. Ela ocorre quando uma pessoa enxerga uma única imagem como se fossem duas sobrepostas, ou seja, imagens não alinhadas — tanto na horizontal como na vertical.

Terça, 06 de abril de 2021


O problema desse sintoma, além de ser incômodo e dificultar a visão com profundidade, é que ele pode ser muito perigoso e trazer riscos não só para quem sente, mas também para quem está perto.

Imagine que você está dirigindo no trânsito e começa a ver dois carros na sua frente, sendo que na verdade só tem um, ou está cozinhando com uma única panela no fogo e, ao invés de uma, começar a ver duas. O estrago pode ser grande.

Os olhos são duas câmeras muito eficientes. Olhos saudáveis captam a imagem, convertem-na em sinal elétrico e levam para o cérebro. quando esse mecanismo é abalado, há qualquer problema ocular ou outra doença relacionada, alguns sintomas podem surgir. Esse é o caso da diplopia, que é, principalmente, um sinal de alerta.

A diplopia ocorre quando os olhos enxergam normalmente, mas não conseguem trabalhar juntos por alguma razão. Dessa forma, as imagens captadas começam a ficar diferentes uma da outra, e o cérebro perde a capacidade de interpretação. Esse sintoma pode ter alterações perceptíveis, como estrabismo espontâneo, da mudança de conformação orbitária (com o olho mais fundo ou para fora) ou não apresentar nenhum aspecto visual. Isso vai depender das causas. Segundo os especialistas, ela atinge, principalmente, os adultos e, muitas vezes, melhora de forma espontânea. Há dois tipos de diplopia: a monocular, quando o sintoma se dá através de um olho só, e a binocular, quando atinge os dois olhos.

CAUSAS DA VISÃO DUPLA

Problemas oculares
Os problemas e doenças oculares listados abaixo podem ser causadores da diplopia:

  • Lente intraocular deslocada;
  • Miopia;
  • Astigmatismo - dependendo do grau;
  • Ceratocone;
  • Catarata;
  • Estrabismo;
  • Olho torto;
  • Alterações na retina.

Tumores e AVC
Alguns tumores na órbita podem causar diplopia por deslocar um olho da posição habitual ou dificultar a movimentação dos músculos oculares. Nesses casos, o tratamento é mais difícil, porque o sintoma está diretamente associado ao tumor ou ao AVC, logo, a cura depende também da regressão da doença.

Doenças preexistentes e neurológicas
Os pacientes diabéticos também podem desenvolver uma alteração que entope os vasinhos que mexem com os nervos e, consequentemente, os músculos do olho. Hipertensão arterial e colesterol alto também podem fazer surgir esse sintoma. Algumas doenças neurológicas também entram nesta lista, porque elas podem desestruturar a função neurológica dos nervos que enviam as informações para a movimentação ocular, como acontece na esclerose múltipla.

Uso de drogas
O uso de drogas também pode resultar em diplopia. A recomendação dos especialistas é parar completamente de usar para que os efeitos colaterais desapareçam. Os oftalmologistas afirmam que a diplopia é um sinalizador de que algo pode estar errado com a saúde. Portanto, se você está com visão dupla, procure um médico o mais rápido possível para começar uma investigação.

Fonte: Viva Bem


voltar